Acervo - Publicações
Acesso à água para as populações do Semiárido brasileiro

No Semiárido brasileiro vivem mais de 26 milhões de pessoas por todo o território. Uma área de mais de 1.128.697 km2 (um milhão cento e vinte e oito mil seiscentos e moventa e sete quilômetros quadrados). Nesta região, toda e qualquer ação de garantia de água precisa considerar os aspectos de: fonte, transporte, e tratamento. Sem rios perenes, o Semiárido apresenta o menor percentual de água reservada no país, próximo a 3%, o que torna a água de chuva, com médias entre 400 a 800 milímetros anuais, sua principal fonte de abastecimento. 

Ler mais


Semiárido - Caderno de Debates 02

É muito complexo debater a questão da REFORMA DA PREVIDÊNCIA. Ela abrange muitos aspectos e é muito mais ampla do que está sendo apresentada. Por trás e subjacente aos elementos debatidos, há questões de fundo que não são explicitadas. Vamos, aqui, levantar algumas preocupações e reflexões, no sentido de subsidiar os debates que queremos fazer com a sociedade brasileira.
Estas reflexões não querem ser conclusivas e nem a última palavra. Elas querem contribuir para o debate, para o entendimento mais político dos processos e para nossas tomadas de posição.
Gostaríamos que este material ajudasse a sociedade como um todo a ter mais clareza de sua posição, dos impactos em seus direitos trazidos por esta proposta de reforma da previdência e que então se lute por eles.

Ler mais


Semiárido - Caderno de Debates 01

Este documento é uma contribuição ao debate sobre garantias de acesso à água às populações rurais do Semiárido brasileiro, destacando o acesso a água para abastecimento humano e o acesso à água para a produção de alimentos na perspectiva da convivência com o Semiárido. No meio rural Semiárido, vivem mais de 1.745.000 famílias dispersas por uma área de mais de 1.000.000km2 (um milhão de quilômetros quadrados).

Ler mais


Diagnóstico de Agroecossistema - Um olhar ampliado sobre a trajetória das famílias do Semiárido

A Cartilha Diagnóstico de Agroecossistema: um olhar ampliado sobre a trajetória das famílias no Semiárido traz um breve relato sobre o olhar sistêmico e horizontal a partir da metodologia Campesino(a) a Campesino(a), adotada como referência desde a concepção do Programa Uma Terra e Duas Águas (P1+2) e reafirmada nesse mome de integração das políticas de ATER e Fomento ao Programa. A publicação também destaca a importância do olhar feminista sobre o agroecossistema, que contribui para o debate e aprofundamento desse tema na implementação do componente Produção Agroecológica do P1+2 pelas organizações executoras da ação.

Ler mais


Um lugar de vida para as sementes do Semiárido: a história de uma comunidade que cuida de suas sementes

Você já parou para pensar no Semiárido como um espaço de muita fertilidade? Não? Então responda: se você é agricultor ou agricultora, guarda sementes em casa? E seus vizinhos também guardam? Pois imagine que a maioria das famílias agricultoras do Semiárido (e há mais de um milhão de famílias) se dedica a guardar as sementes que herdou dos seus antepassados. A Articulação Semiárido Brasileiro (ASA) andou perguntando a várias famílias agricultoras quais as sementes que elas estocam. O resultado foi surpreendente e revela um verdadeiro tesouro de sementes - de diversos tipos, cores, formas, tamanhos - estocado nas casas. Um tesouro de pura fertilidade, que se reproduz, gerando abundância!

Ler mais


Filtre as publicações

Isso facilitará a sua busca