Imprensa - ASA na Mídia
16.11.2016
Conviver & Preservar
Diario de Nordeste - Maristela Crispim

Cinco anos seguidos de chuvas abaixo da média não foram suficientes para arrefecer o ânimo de pequenos agricultores familiares que têm desenvolvido formas de produção que valorizam os recursos naturais e permitem a convivência com as adversidades do Semiárido brasileiro

Os dados de setembro do Monitor de Secas, ferramenta coordenada pela Agência Nacional das Águas (ANA), com participação de diversas instituições estaduais, como a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), revelam que 97,76% do território do Semiárido brasileiro vive uma seca grave, sendo este ano de 2016 o quinto ano consecutivo de chuvas abaixo da média.

Ler mais


09.11.2016
Quem sobrevive com a PEC “do Fim do Mundo”?, por Daniel Lamir
Site - Alerta Social

Investir está ganhando um novo sentido com a mudança de governo no país. Os “investimentos” em políticas sociais estão ainda mais ameaçados pelos “investimentos” dos mercados financeiros. As ideias do Governo Temer surgem dois anos após o Brasil sair do Mapa Mundial da Fome, e contam com a celebração de jantares e coquetéis de luxo ao lado legislativo. A marcha pela desigualdade social ganhou a decisão na Câmara Federal com a aprovação da PEC 241 nesta terça-feira (25). A contagem regressiva para a conhecida “PEC do fim do mundo” segue agora para o Senado, que também votará em dois turnos.

Ler mais


09.11.2016
Grandes obras: impacto e retratos da desigualdade do acesso à água no Semiárido brasileiro. Entrevista com João Suassuna
Site - Instituto Humanistas Unisinos

Há décadas, os efeitos da seca no Semiárido brasileiro têm sido pauta no debate de ações governamentais que objetivam sanar os efeitos da escassez de água para a população que vive na região. Neste contexto, a açudagem, irrigação e perfuração de poços são algumas das obras que costumeiramente são promessas de resolução do problema nos tantos municípios que compõem o Semiárido.

Ler mais


19.10.2016
Agricultores da região de Campina Grande trocam experiências em feira

Seu Manoel Oliveira é presidente do Sindicato de Trabalhadores Rurais de Alagoa Nova, na Paraíba. Ele é referência para jovens agricultores. Começou sua trajetória no movimento sindical na década de 1960 ao lado da militante camponesa Margarida Alves. Seu Manoel participou de  encontro na Paraíba, onde agricultores e jovens do campo trocaram experiências . A ideia é incentivar os jovens a continuarem lutando pelos direitos de quem mora e sobrevive no campo. Confira a reportagem clicando aqui. 

Ler mais


19.10.2016
Jovens camponeses participam de encontro em Campina Grande

A juventude do Polo da Borborema, no estado da Paraíba, reafirmou durante encontrão a opção por morar no campo e viver da agricultura familiar.

Ler mais


Filtre as publicações

Isso facilitará a sua busca