Acervo - O Candeeiro
Luta, persistência e esperança são os sentimentos que guiam seu Lula
SE - SASAC - Acesso à Água -

Agricultor popular, guardião de sementes do seu lugar. Com suas origens e cultura, semeia conhecimento e colhe bondade curando as pessoas da sua comunidade. Garrafadas, chás e lambedor é tudo feito com muito amor. Por um senhor que tem no seu coração a missão de manter as raízes da sua tradição.

Ler mais


Surge a esperança de dias melhores com a Cisterna-Calçadão na casa da Família de Teonides
PI - CÁRITAS REGIONAL DO PIAUÍ - Acesso à Água -

A família de Teonides da Silva Tavares, 28, e do José Rodrigues de Sousa Neto, 36, está otimista com a expectativa de melhoramento do seu agroecosistema, isso porque a conquista da cisterna-calçadão garantirá que o casal consiga armazenar mais água durante o período chuvoso. Eles moram há 13 anos na comunidade Serra do Provísio, localizada a 8 km de Campo Grande (PI).

Ler mais


Resistência: Nei cuida da terra e apesar da seca ela retribui sempre brotando
BA - CÁRITAS IRECÊ - Manejo da Caatinga -

Vida e resistência de Nei, Agricultor que desgostoso com a sua realidade passa um tempo retirante no estado de São paulo. Depois de um tempo retorna para o município de Cafarnaum, compra uma terra e começa a cuidar dela, assim ele observa que apesar da seca ainda é possível sobreviver da agricultura de sequeiro e assim ele consegue tirar todo o sustento da família, com a agricultura e a criação de animais de pequeno porte.

Ler mais


Tecnologias Sociais Geram Qualidade de Vida para Família do Semiárido
CE - INSTITUTO DE ELO AMIGO - Acesso à Água -

É no Sítio Vaca, no município de Acopiara, na região Centro-Sul do Ceará, que o casal Geraldo Antônio de Lima (62 anos) e Célia Alves de Lima (54 anos) sobrevivem através da criação de animais e produção de frutas, legumes, hortaliças e outras culturas.

Ler mais


“Tendo água, dá de tudo na terra”
BA - CÁRITAS RUY BARBOSA - Acesso à Água -

É no chão da comunidade Nossa Senhora Aparecida, no município de Itaberaba (BA), que Rosemeire e Edilson caminham juntos. No quintal, coentro, alface, couve, cebolinha, hortelã, manjericão, mamão, laranja, uva, coco, banana e umbu-cajá. “Tendo água, dá de tudo na terra”, celebra Rosemeire. Hoje as hortaliças são comercializadas na feira e em mercados da cidade e se destacam pela qualidade.

Ler mais


Filtre as publicações

Isso facilitará a sua busca